Administração

Estrutura Curricular

A Matriz Curricular do curso de bacharelado em Administração foi elaborada considerando a Resolução nº 4, de 13 de julho de 2005, que institui a DCNs do Curso de Graduação em Administração.

O curso terá tempo mínimo de quatro anos para sua conclusão, realizada pelo sistema semestral, sendo a carga horária total de 3 mil horas distribuídas de acordo com os preceitos das Diretrizes Curriculares Nacionais. O curso tem funcionamento diurno ou noturno, com regime acadêmico semestral, distribuídas em 21 semanas em 105 dias letivos.

De acordo com a Resolução CES/CNE nº 4, o currículo do curso está organizado em QUATRO componentes, sendo:

As Disciplinas propostas para o curso seguirão a sequência descrita na matriz curricular. Esta distribuição de disciplinas seguiu uma lógica de modo que os conceitos adquiridos nas mesmas sejam complementares, dentro de cada eixo de conhecimento proposto no curso, proporcionando assim uma formação mais sólida.

A relação teórico-prática é aprofundada em diversas ações de aprendizagem previstas para as disciplinas, em todos os períodos do curso, destacando-se as visitas de profissionais às turmas de um período, as visitas técnicas semestrais e a realização de eventos extracurriculares, tais como cines-debate, fóruns, seminários, palestras, painéis, projetos integradores e interdisciplinares, etc.

De acordo com a Resolução CES/CNE nº 4, de 13 de julho de 2005, Art. 5º os cursos de Administração devem guiar-se por campos de conteúdos interligados, que constituem os seguintes eixos articuladores na formação do Administrador. São eles:

  1. Conteúdos de Formação Básica: relacionados com estudos antropológicos, sociológicos, filosóficos, psicológicos, ético-profissionais, políticos, comportamentais, econômicos e contábeis, bem como os relacionados com as tecnologias da Comunicação e das Informações das Ciências Jurídicas;
  2. Conteúdos de Formação Profissional: relacionados com as áreas específicas, envolvendo teorias da administração e das organizações e a administração de Recursos Humanos, mercado e marketing, materiais, produção e logística, financeira e orçamentária, sistemas de informações, planejamento estratégico e serviços;
  3. Conteúdos de Estudos Quantitativos e suas Tecnologias: abrangendo pesquisa operacional, teoria dos jogos, modelos matemáticos e estatísticos e aplicação de tecnologias que contribuam para a definição e utilização de estratégias e procedimentos inerentes à administração;
  4. IV- Conteúdos de Formação Complementar: estudos opcionais de caráter transversal e interdisciplinar para o enriquecimento do perfil do formando.

O Trabalho de Conclusão de curso é supervisionado por um docente, envolvendo procedimentos de investigação técnico-científica, a serem desenvolvidos pelo acadêmico no último período do curso. Deve-se observar a capacidade de pesquisa, de fundamentação científica, de visão crítica e social capaz de propor soluções sempre dentro do princípio básico da sustentabilidade e do desenvolvimento econômico preservando o meio ambiente.

O Estágio Supervisionado, além de permitir a verificação dos conteúdos conceituais trabalhados permite também a observação dos conhecimentos práticos e a maneira como o futuro profissional se comporta na solução de problemas no setor do Curso.

As Atividades Complementares, parte flexível e que compreenderá atividades diversas com caráter específico ou geral, que tenham como objetivo complementar a formação do aluno.

Metodologia

  • Aulas expositivas para a obtenção e organização de dados, interpretação, crítica, decisão, comparação e resumo;
  • Estudo de textos para a identificação, obtenção e organização, interpretação crítica, análise de dados e elaboração de resumo;
  • Estudos Dirigidos para a identificação, obtenção e organização de dados, busca de suposições, aplicações de fatos e princípios a novas situações;
  • Solução de Problemas para a identificação, obtenção e organização de dados, planejamento, imaginação, elaboração de hipóteses, interpretação e decisão;
  • Grupo de Observação e de Verbalização para a análise, interpretação, crítica, levantamento de hipóteses, obtenção e organização de dados, comparação, resumo, observação e interpretação;
  • Seminário para a análise, interpretação, crítica, levantamento de hipóteses, busca de suposições, obtenção, organização de dados, comparação e aplicação de fatos a novas situações;
  • Seleção de Filmes que utilizam técnicas para o estudo de casos apresentados, análise, interpretação, crítica, levantamento de hipóteses, busca de suposições, decisões e resumo;
  • Estudo de Caso para a análise, interpretação, crítica, levantamento de hipóteses, busca de suposições, decisões e resumo;
  • Ensino com Pesquisa para a observação, interpretação, classificação, crítica, resumo, análise, hipóteses e busca de suposições, decisão, comparação e imaginação, planejamento, obtenção e organização de dados.

Regime de Trabalho do corpo docente do curso

  1. Regime de Tempo Integral (TI): Docentes contratados com 40 horas semanais de trabalho na mesma instituição, nelas reservados pelo menos 50% do tempo para estudos, pesquisa, trabalhos de extensão, gestão, planejamento, avaliação e orientação de alunos;
  2. Regime de Tempo Parcial (TP): Docentes contratados com 12 horas ou mais de trabalho na mesma instituição, nelas reservados pelo menos 25% do tempo para estudos, pesquisa, trabalhos de extensão, gestão, planejamento, avaliação e orientação de alunos;
  3. Regime Horista (H): Docentes contratados pela instituição exclusivamente para ministrar horas-aula, independentemente da carga horária contratada ou que não se enquadre nos outros regimes de trabalho acima definidos.

Professores previstos para os dois primeiros anos:

  1. Mary Helena Israel Koifman, Especialista, Parcial, carga horária = 30
  2. Cláudio Roberto de Araújo Mattos, Mestre, Parcial, carga horária = 30
  3. Tarciane Sales Caracas, Especialista, Parcial, carga horária = 30
  4. José Carlos Reston Filho, Doutor, Integral, carga horária = 40
  5. Alex Del Giglio, Mestre, Parcial, carga horária = 30
  6. Ângela Vieira, Mestre, Integral, carga horária = 40
  7. Armínio Adolfo de Pontes e Sousa, Mestre, Parcial, carga horária =30
  8. Vicente Fernandes Tino, Mestre, Integral, carga horária = 40
  9. Igor Barbosa Ferreira, Especialista, Parcial, carga horária = 30
  10. Darlisângela Maria Monteiro, Mestre, Parcial, carga horária = 30

Sistema de Avaliação

  1. Atividades de avaliação e acompanhamento do desempenho compreendido como novos momentos de aprendizagem;
  2. Procedimentos de avaliação realizados no decorrer dos processos de formação, com a perspectiva de feedback das ações em desenvolvimento;
  3. Utilização dos resultados da avaliação para melhoria das atividades acadêmicas
  4. Inserção dos processos de avaliação no contexto da avaliação institucional

A avaliação é parte integrante do processo de formação, uma vez que possibilita a aprendizagem dos futuros profissionais, de modo a favorecer seu percurso e regular as ações de sua formação e tem, também, a finalidade de certificar sua formação profissional. A avaliação não tem a finalidade de punir os que não alcançam o que se pretende, mas de ajudar cada aluno a identificar melhor as suas necessidades de formação e apreender o esforço necessário para realizar sua parcela de investimento no próprio desenvolvimento profissional.

Assim sendo, o conhecimento dos critérios utilizados e a análise dos resultados e dos instrumentos de avaliação e auto avaliação são importantes, pois favorecem a consciência do profissional em formação sobre o seu processo de aprendizagem.

Políticas de Extensão

O IDAAM estabelece os seguintes princípios gerais para a Extensão e que estão relacionados ao Curso de Administração:

  • Estimular e promover ações de extensão centradas na Educação para os direitos humanos e a cidadania: direito à vida, à educação, ao trabalho, à saúde, à liberdade, à cultura, ao lazer, entre outros;
  • Articular o ensino e a investigação científica com as demandas das comunidades, promovendo o exercício da cidadania, a superação de qualquer forma de exclusão e visando a autonomia das comunidades, evitando-se qualquer forma de dependência;
  • Apoiar as atividades voltadas para a produção e preservação cultural e artística, econômica e social na busca da formação de cidadãos éticos e comprometidos com o bem comum;
  • Estimular e promover a inclusão da Educação Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável como componentes da atividade de extensão
  • Incentivar a prática acadêmica que contribua para o desenvolvimento da consciência social e política dentro e fora da instituição

Objetivos do Curso

O ambiente local e regional de atuação dos futuros profissionais em Administração é formado predominantemente por micro, pequenas e médias empresas. Essa peculiaridade, também presente em muitas outras regiões do país, exige profissionais especializados e com um amplo conhecimento da arte e das técnicas de administrar negócios, indústrias, comércio, serviços e pessoas. Torna-se muito importante, portanto, analisar, compreender, apreender, discutir e reconhecer esse contexto local e regional, no processo de formação do futuro profissional em administração visando qualificação e inserção no mercado de trabalho, buscando formar um profissional capaz de atuar em organizações de quaisquer portes, assim como empreendedores vocacionados para a geração de emprego e renda. Importante ressaltar que a competência para realizar tarefas necessita primeiramente de competência para administrar pessoas, porque é a partir das pessoas que toda a dinâmica do mundo corporativo se desenvolve. Na proposta de cumprir com os objetivos do curso, compreende-se que a competência para diagnosticar situações e propor planos, é fundamentada na capacidade de administrar pessoas por meio de uma liderança inspiradora que promova resultados buscando satisfazer, também, as necessidades humanas.

 


FACULDADES IDAAM 2018. Todos os conteúdos estão licenciados sob a cc-by-sa-3.0, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.